Dicas para Gestantes

  • A interação entre o corpo e a mente durante a prática do Pilates, conscientiza a gestante sobre as modificações fisiológicas e psicológicas dando um maior suporte ao parto.
  • O Pilates é ideal para as gestantes, uma vez que elas não podem ser submetidas a exercícios de alto impacto.
  • Esteja consciente de seu corpo, e pare o exercício se você se sentir cansada, com falta de ar ou tensa. O momento do exercício é um tempo só seu.
  • Não dispense o instrutor, durante as aulas de Pilates. Por causa da barriga, o equilíbrio da mãe fica alterado e o risco de quedas pode ser maior.
  • O Pilates trabalha os músculos abdominais superficiais e profundos. A ativação desses músculos é importante durante a gravidez, pois normalmente eles se distendem trazendo desequilíbrios posturais.
  • Nenhuma gestante deve iniciar qualquer atividade física sem passar por uma avaliação de seu médico de confiança. Essa é uma condição fundamental para garantir a saúde da mãe e do bebê.
  • Hidrate-se mais do que o normal! A necessidade de água aumenta durante a gravidez, especialmente quando você está se exercitando.
  • O momento de parar a prática do Pilates é variável de pessoa para pessoa, podendo, se não houver nenhum tipo de desconforto, ser realizado até o último mês de gravidez.
  • A duração de uma aula de pilates para gestante é a mesma de uma aula convencional – uma hora – e são recomendadas pelo menos duas aulas por semana para que a gestante possa sentir os benefícios da prática em seu dia-a-dia.
  • No Pilates, todo o corpo é trabalhado, assim tanto os braços quanto às pernas serão fortalecidos para ajudar a futura mamãe durante os cuidados com o bebê como carregar e amamentar.
  • Lembre-se que o Pilates não é apenas para as 40 semanas de gestação, mas também prepara a mulher para os rigores físicos do parto e os cuidados com o recém nascido.
  • E SE VOCÊ PRECISA DE MAIS AJUDA NESSE MOMENTO NAO DEIXE DE SEGUIR NOSSO PARCEIRO @institutomae / www.institutomae.com